Final de semana em Capitólio

Bebê na cachoeira em Capitólio

Em um final de semana em Capitólio, você fará passeios de lancha nas águas verde esmeralda da represa de Furnas, passando por cânions magníficos e cenários deslumbrantes. Conhecerá algumas cachoeiras e piscinas naturais de água cristalina. Comerá uma boa comida mineira. E voltará pra casa com um gostinho de quero mais.

Capitólio recentemente foi descoberta por pessoas de todo Brasil e tem visto o número de turistas crescer rapidamente. Se até outro dia era mais conhecida pelas mansões do condomínio Escarpas do Lago e pelos iates na represa, hoje a oferta de passeios de lancha e cachoeiras em áreas particulares abertas ao público é enorme.

Final de semana em Capitólio

Neste post detalhamos uma programação para quem vai passar pouco tempo em Capitólio e quer saber o que há de melhor para fazer por lá. A cidade também pode ser usada como base para ir na parte baixa da cachoeira Casca D’Anta, no Parque Nacional da Serra da Canastra. Mas sobre isso falamos melhor nesse outro post.

Passeio de lancha / chalana

Em um dos dias do seu final de semana em Capitólio, acorde cedo e vá fazer um passeio de lancha. Quanto mais cedo começar, melhores as chances de encontrar os lugares ainda vazios, sem muitas outras lanchas para dividir o espaço.

Os passeios (R$70 por 2 horas e R$90 para 3 horas) podem ser fechados com agências ou diretamente no píer de onde saem. Fica na MG-050 em frente ao Restaurante do Turvo. Você para o carro no estacionamento do restaurante e alguém irá te abordar para oferecer o passeio. As lanchas saem quando fecham grupos de 8 pessoas.

Outra opção é ir de chalana (R$60), que são maiores e tem um bar funcionando durante todo o passeio. Saem do mesmo lugar, mas é importante comprar com antecedência (compre nesse site). Há diferenças. As lanchas conseguem entrar em lugares mais estreitos como o Vale dos Tucanos, onde as chalanas não vão. Além disso, as chalanas são bem mais lentas, menos confortáveis e saem mais cheias.

Os passeios irão explorar os cantos mais bonitos dessa parte da represa de Furnas. A água é super transparente, de um verde profundo lindíssimo. As cascatas caem diretamente sobre a represa dentro de cânions com paredes de pedra verticais. E nas paradas para nadar, alguns bares flutuantes completam o programa. Vale muito à pena!

De tarde, dá tempo de curtir uma cachoeira. No caminho, aproveite para parar no Mirante dos Cânions. Se até pouco tempo atrás era só parar o carro na beira da estrada e curtir a vista, hoje o acesso é cobrado (R$20). Um preço que achei bem exagerado. Aliás, o acesso a cachoeira Cascatinha (R$10) estará logo ao lado e pode ser um bom programa também.

Cachoeiras de Capitólio

As cachoeiras de Capitólio se destacam pela água incrivelmente transparente e pelo recorte geométrico das rochas, formando piscinas naturais e poços dourados perfeitos para o mergulho.

É uma região em que os rios correm dentro de cânions, garantindo cenários espetaculares para as cachoeiras. A seguir listamos as mais recomendadas. Em um final de semana em Capitólio, dá para sem pressa conciliar uma cachoeira no dia do passeio de lancha e fazer até duas outras no dia seguinte.

Trilha do Sol (R$40)

Nós conhecemos muitas cachoeiras mundo a fora. Pelo menos uma centena delas em Minas Gerais. E temos que dizer: as cachoeiras da Trilha do Sol estão entre as mais bonitas que já vimos. Acima da cachoeira, os poços parecem desenhados. Com diferentes profundidades e pequenas quedas d’água, formando piscinas naturais retangulares perfeitas para relaxar.

Trilha do Sol Cachoeira do Grito Capitólio MG
Cachoeira do Grito, Trilha do Sol

Apesar do nome trilha, trata-se de um passeio bem fácil acesso, com ótima estrutura. Cerca de 4km levam as cachoeiras No Limite, do Grito e ao pitoresco Poço Dourado. E a comida do restaurante é gostosa, uma boa opção para almoçar (pratos em torno de R$30).

Final de Semana em Capitólio: Cachoeira do Grito, Trilha do Sol

As cachoeiras podem ser fechadas em caso de chuva pelo risco de trombas d’água. O acesso é por uma curta estrada de terra que sai da MG-050, próximo ao Restaurante do Turvo, de onde partem os passeios de lancha.

Cachoeira da Capivara e da Pedra Ancorada (R$25)

A cachoeira da Pedra Ancorada oferece pequenas piscinas naturais com hidromassagem, perfeitas para crianças. A cachoeira da Capivara tem um grande poço para nadar. Em comum: a paisagem paradisíaca.

Acesso pelo MG-050, próximo ao Mirante dos Cânions. São mais 2,5km de estrada de terra. O lugar é lindo, mas não tem estrutura. Então, é bom levar lanche e água. Também fecha em caso de chuva.

Paraíso Perdido (R$40)

Dúzias de piscinas naturais e oito quedas d’água em meio à vegetação da Serra da Canastra em um cenário cinematográfico. É isto o que te espera no Paraíso Perdido. A região da entrada tem uma cara meio de clubão, com muitas mesas e churrasqueiras. É preciso caminhar sobre as pedras para conhecer as cachoeiras.

O acesso é pelo MG-050. Há uma placa sinalizando a entrada pouco depois do trevo de Furnas. São mais 4,5km de estrada de terra, sempre com placas sinalizando o caminho. Tem um restaurante, mas que não funciona durante a semana. E como em quase todas as cachoeiras da região, a chuva aqui também encerra o passeio.

Bebê na cachoeira em Capitólio, Serra da Canastra, Minas Gerais

Para fechar o dia

Depois de curtir o melhor de Capitólio, procure algum lugar para ver o pôr do sol na represa de Furnas. Nossa recomendação é no Kanto da Ilha, uma cervejaria à beira da represa com decoração bacana, comida boa e um deck com uma bela vista.

Como chegar, onde ficar e quando ir

Como chegar: A gente já estava pela região. Passamos duas semanas na Serra da Canastra em uma casa em Vargem Bonita. Então, para nós a viagem durou uma hora. Para quem vem de Belo Horizonte, são 280 km. A maior parte do tempo na MG-050, uma estrada bem cuidada e pedagiada.

Quando ir: No outono chove menos e a represa de Furnas está cheia e mais bonita. A primavera também é uma boa época. No verão, por outro lado, chove bastante em Capitólio. Pode ficar lotado nos feriados. Atenção que muitas cachoeiras fecham em dias de chuva pelo risco de trombas d’água.

Onde ficar: Há opções em Capitólio para diferentes tamanhos de bolso. A procura por mansões alugadas para grupos é alta, mas também tem resorts, pousadas, hostels, casas e quartos no Airbnb. Para poder ficar em um apartamento melhor e dentro do nosso orçamento, preferimos ficar na cidade de Piumhi, onde as opções são mais baratas. Está a meia hora de carro de Capitólio.

Nossa casa em Piumhi - Capitólio - Serra da Canastra
Nossa casa em Piumhi

Por onde vamos?

Depois de uma longa temporada de praias no Nordeste, mergulhamos em uma fase de muitas serras e cachoeiras pelo interior de Minas. Estamos adorando curtir essa vida em meio a natureza e ver como a Bia tem se adaptado bem a cada novo ambiente.

Deixando para trás a Serra da Canastra, seguimos em busca de mais paisagens bucólicas e belas cachoeiras em Carrancas. Mudamos mais uma vez de casa e em breve traremos essas notícias.

tresmochilaspelomundo

2 comentários em “Final de semana em Capitólio

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: