Roteiro a pé por Tiradentes

Roteiro a pé por Tiradentes

Percorrer um roteiro pelas ruas de Tiradentes faz você se sentir dentro de um cenário de filme. O casario, as ruas, as praças e igrejas, tudo perfeitamente em seu lugar irá te transportar para o século XVIII.

O Centro Histórico é um dos mais charmosos do Brasil. E com as atrações bem concentradas é perfeito para ser feito a pé.

Roteiro a pé por Tiradentes

Roteiro por Tiradentes

Esse roteiro é pensado para ser feito em um dia. Dessa forma, você poderá andar com calma, desfrutando de cada esquina dessa cidade linda. Almoçar tranquilamente e entrar em pelo menos algumas das muitas igrejas, museus e galerias.

Mas, se estiver sem tempo, em cerca de 1h30 também é possível percorrer esse caminho. Afinal, ele completo tem cerca de 3,5 Km.

Mapa roteiro a pé por Tiradentes
Mapa para o roteiro a pé por Tiradentes

1. Do Largo das Forras ao Chafariz de São José

O ponto de partida é a principal praça de Tiradentes, o Largo das Forras. No entorno da praça estão pousadas, bares, restaurantes e lojinhas. Ali, também ficam estacionadas as charretes que fazem tours pela cidade e são um sucesso com as crianças.

Charretes no Largo das Forras em Tiradentes
Charretes no Largo das Forras em Tiradentes

Siga pela rua Min. Gabriel Passos por 350 metros até chegar à rua do Chafariz. Vire à direita e ande 100 metros até o Chafariz São José.

Para quem mal começou o roteiro, é preciso força para resistir aos empórios e cafés gostosos que convidam para uma parada logo no início do caminho. Em Tiradentes há uma tentação atrás da outra.

O Chafariz de São José é enorme e parece até a fachada de uma igreja. Foi construído em 1749 e fornecia água potável para praticamente tudo o que a cidade precisava.

2. A ladeira mais fotogênica de Tiradentes

Volte pelo caminho que veio na rua do Chafariz e continue subindo a ladeira em direção à Igreja Matriz de Santo Antônio. A rua em curva com o casario colonial e a igreja ao fundo rende fotos incríveis.

Ladeira da Rua do Chafariz em Tiradentes com vista para Matriz Santo Antônio

Suba atento aos detalhes das fachadas das casas e também dê uma espiada dentro dos ateliês e lojas de antiguidades. A essa altura do roteiro, Tiradentes certamente já terá ganhado seu coração.

A Igreja Matriz de Santo Antônio não é uma igreja qualquer. Para começar, a fachada é de Aleijadinho e seu interior é uma obra de arte com 482 kg de ouro. E ainda tem a localização de destaque, em um dos pontos mais elevados de Tiradentes, com uma vista belíssima para a cidade e para a Serra de São José.

Um imenso órgão português trazido para a igreja em 1785 pode ser ouvido nas noites de sexta-feira. É o Concertos ao Órgão. Os ingressos são vendidos lá mesmo.

Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes

3. Santíssima Trindade: o tesouro escondido da cidade

A maioria dos turistas não explora o bairro residencial que se esconde atrás da Igreja Matriz de Santo Antônio e não conhece uma das ruas mais charmosas de Tiradentes.

A rua Santíssima Trindade – que leva até a praça e santuário de mesmo nome – é toda ocupada por casas lindas, com bancos ao lado da entrada e calçadas bem cuidadas.

Leva cerca de 20 minutos para andar pouco mais de 1 km no trajeto de ida e volta da Matriz de Santo Antônio até o Santuário da Santíssima Trindade.

4. Rua Direita

Continue voltando um pouco mais pelo caminho de onde veio, descendo um quarteirão pela rua da Câmara. Se não tiver olhado para trás quando estava subindo, aproveite agora para observar como é bonita a Serra de São José se erguendo por trás do casario colonial.

Vista do casario colonial de Tiradentes e da Serra de São José
Roteiro a pé por Tiradentes: vista do casario e da Serra São José

Vire na rua Direita, uma das ruas mais tradicionais de Tiradentes. Se estiver na hora do almoço, por ali existem bons restaurantes como o italiano Spaghetti e o Tragaluz, de comida mineira.

Para quem está com crianças, a boa pedida é comer no restaurante na praça da Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Ali tem espaço para elas correrem e os pais podem relaxar nas mesas do lado de fora.

Bem em frente à praça está o Museu de Sant’Ana e um pouco adiante o Centro Cultural Ives Alves. Ambos merecem uma visita.

Casario colonial e Serra de São José na Rua Direita, Tiradentes MG
O charme da Rua Direita

5. Do Largo do Sol ao Largo das Mercês

Vire à direita para subir a rua Padre Toledo até o Largo do Sol. Um amplo espaço arborizado em que estão a igreja de São João Evangelista e o Museu Padre Toledo.

Uma curiosidade: em frente à escola pública, há uma estátua de Tiradentes com os trajes e feições que ele realmente deve ter tido, bem diferentes das versões dos livros de história. Vale à pena conferir.

Desça pela rua Resende Costa até chegar de volta ao Largo das Forras. Seguindo pela rua Silvio Vasconcelos, pouco adiante está a Ponte das Forras. Feita de pedra, forma um cenário de sonhos com os casarões imponentes e o gramado do Largo das Mercês em seu entorno.

Ponte das Forras em Tiradentes
A Ponte das Forras conecta o Largo das Forras e o Largo das Mercês

6. Encerramento com uma grande vista

No Largo das Mercês, está a Igreja Nossa Senhora das Mercês, em estilo rococó (o que a destaque das outras igrejas barrocas de Tiradentes).

Lá, também tem lojas de artesanato e decoração. Sabe o tipo de loja que é uma delícia de visitar mesmo que você não compre nada? Em especial, não deixe de entrar na Marcas Mineiras. É muito maior do que parece por fora e tem um café super gostoso no jardim interno.

Para fechar com chave de ouro esse roteiro a pé por Tiradentes, respire fundo e prepare-se para encarar uma última (e intensa) subida.

A ladeira que leva à Igreja São Francisco de Paula é íngreme, mas a vista compensará o esforço. Do gramado em frente à igreja, se tem um dos visuais mais bonitos de Tiradentes, com quase todo o centro histórico aos seus pés.

Centro histórico com a Igreja Matriz de Santo Antônio em destaque em Tiradentes
Centro histórico com a Igreja Matriz de Santo Antônio em destaque

Depois de um dia perfeito como esse, você merecerá relaxar em um dos bares do Largo das Forras ou se preparar para jantar em um dos tantos bons restaurantes de Tiradentes.

Também publicamos uma versão resumida deste roteiro no Instagram:

O que mais deve fazer parte de seu roteiro em Tiradentes:

Se tiver mais dias para ficar em Tiradentes, recomendamos algumas opções que ficaram de fora deste roteiro.

Maria Fumaça: uma das marcas registradas de Tiradentes, a Maria Fumaça ainda faz viagens até São João Del Rei, outra bela cidade histórica de Minas. O trajeto dura cerca de 30 minutos e é uma experiência fantástica.

Cachoeira do Bom Despacho: localizada na Estrada Real, logo na saída de Tiradentes, o acesso até essa cachoeira é muito fácil. É boa para ir com crianças e pode ser uma alternativa para se refrescar em dias quentes.

Bichinho: o vilarejo de Bichinho está a 8 km de Tiradentes, mas, na realidade, pertence à cidade de Prados. Um lugar super gostoso, com lojas de móveis, casinhas simpáticas e excelentes lugares para almoçar a tradicional comida mineira.

Nossos próximos passos

Depois de termos passado um tempo nas cachoeiras de Minas Gerais (estivemos antes na Serra da Canastra, Capitólio e Carrancas), decidimos mudar um pouco de ares e curtir as cidades históricas mineiras.

Família Nômade em Tiradentes
Nossa casa em Tiradentes

E nada melhor do que começar essa nova fase do roteiro por Tiradentes. A cidade pode até não ter construções tão imponente como as que encontramos em Ouro Preto ou Diamantina, mas é mais acolhedora e gostosa de andar nas ruas.

Menos carros e gente. E mais arte, cultura, bares, lojas e restaurantes.

Já fomos a Tiradentes um bom número de vezes e vamos continuar voltando. Durante um tempo, até sonhamos em morar lá. Dessa vez, curtimos uma semana hospedados em uma casa ótima, com jardim pra Bia brincar e espaço de sobra.

Mas Minas tem muito mais história para contar e a viagem precisa seguir em frente. Próxima parada: os profetas de Aleijadinho em Congonhas.

Profetas de Aleijadinho em Congonhas - Igreja Bom Jesus do Matozinhos

tresmochilaspelomundo

6 comentários em “Roteiro a pé por Tiradentes

  1. Tiradentes é tudo isso que foi descrito no texto. Como vocês, já fomos lá inúmeras vezes. Com certeza voltaremos.

  2. Amei a viagem que fiz a Tiradentes, no roteiro de vocês caminhei novamente pelas ladeiras, igrejas, fontes e restaurantes
    Fiz indo por São João del Rei na Maria fumaça
    Um dia volto

    1. Ah, Marina, que bacana! São João del Rei é outra cidade linda, embora um pouco mais descaracterizada pelas construções modernas. Ficamos felizes que vc voltou àquelas ladeiras com nosso relato!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: