Caindo na estrada

A gente ainda nem tinha colocado o pé na estrada e nossa vida já havia se transformado radicalmente. Até o final de maio, tínhamos empregos, a Bia estava na creche e nossa rotina era bem “tradicional”. A vida nômade era apenas um grande plano. Em junho, tudo mudou. Faltando duas semanas para entregar o apartamento,Continuar lendo “Caindo na estrada”

Os primeiros passos para uma vida nômade

O primeiro passo para nos tornar nômades digitais foi entender o que isso significa. A impressão inicial não poderia ser melhor: trabalhar remotamente e viver onde quiser! Mas isso seria mesmo possível?
Financeiramente, é viável?
E a pergunta principal: como conciliar a vida nômade com uma filha bebê que ainda nem havia nascido?

Largar tudo e sair viajando pelo mundo

Olhando de fora, a gente decidir largar tudo e sair viajando pelo mundo poderia parecer uma decisão improvável. Logo depois de ter uma filha, por que mudar radicalmente de vida? Tínhamos bons empregos, estabilidade. Morávamos no Rio de Janeiro em um apartamento que era a nossa cara. Amigos por perto e uma filha linda deContinuar lendo “Largar tudo e sair viajando pelo mundo”

Começando uma nova vida

Essa coceira. A necessidade de seguir em frente, mudar de vida. A gente carrega essa insatisfação, esse incômodo permanente com a ideia de ficar parado. Não é a primeira vez que deixamos para trás a vida “estável” com casa, empregos e caminhos pré-formatados para nos aventurar pelo mundo.